Paulo Franco* contando sua história de vida diz que desde o seu nascimento passou por algumas dificuldades, mas milagres aconteceram porque sua mãe acreditou na graça de Deus.

Em Êxodo 20,12 o Senhor nos fala:

Honra teu pai e tua mãe, para que teus dias se prolonguem sobre a terra que te dá o Senhor, teu Deus.

Em Provérbios 1,8 temos:

Ouve, meu filho, a instrução de teu pai: não desprezes o ensinamento de tua mãe.

“Deus dá a autoridade para os pais. Temos que ser-lhes submissos assim como Jesus foi aos seus pais.

A família é o maior bem da humanidade. O mundo quer destruir esta imagem de família através das mídias, como novelas, porque é o berço donde surge a Igreja. É nela que nascem os primeiros valores cristãos.

Para morar junto, é preciso mais do que ficar sob o mesmo teto. É acompanhar o outro, passar os problemas e as dificuldades juntos, partilhar não só alegrias mas as tristezas também.

Quem sabe o ano de nascimento do(a) pai/mãe? Quem conhece o sonho do(a) pai/mãe? Como estão no trabalho? Conhece a história deles?

Acompanhamos a vida de muitos artistas, pelas mídias sociais como twitter, Orkut, etc. Sabemos tudo o que ele estão fazendo (como, onde, com quem) mas dos nossos pais? Você acompanha?

Em casa rezamos um pelo outro? Vivemos em unidade? Juntos em família?”

Paulo diz que ficou 1 ano fora de casa, mentia para os pais em busca de seus interesses. Foi preciso “quebrar a cara” para voltar para sua família pois viu nela o maior tesouro que Deus o concebeu. Ele disse: “Quando todos a sua volta não acreditarem mais em você, creia sua família vai estar com você!”

Muitos jovens se encontram fora de casa… são somente um corpo presente que não sabem nada que se passa com a família.

Somos responsáveis pela mudança que queremos em nossa casa.”

*Paulo Franco é coordenador atual do PHN Goiânia 2010, participa da região Galiléia, comunidade Todos os Santos.

 

Márcia Santos