Se tudo que você faz é motivo para que seus pais chamem sua atenção. Se muitas vezes você não é compreendido. Se você até tenta amar seus pais, mas não consegue. Se a convivência é algo que está cada vez mais difícil. Se você está no caminho de DEUS e ainda assim seus pais implicam. Se tudo o que você quer é paz, mas não consegue sentir essa paz dentro da própria casa. Esse recado é pra você:

Você não está sozinho. No mundo há infinitos casos idênticos ao seu, tudo isso porque ninguém nunca falou que a arte de conviver seria fácil. Mas existe uma verdade que talvez você não tenha tido a oportunidade de saber até hoje e pelo o eterno amor que DEUS tem por você, essa verdade chega ao seu conhecimento agora:

Dentro dos erros de seus pais existem algumas camadas. A primeira camada é a do medo. A segunda, é o da ferida aberta. Já parou pra pensar em como seus pais foram tratados quando criança? Será que seus pais também não passaram por todas suas queixas quando eram apenas filho? A diferença, é que eles não tiveram oportunidade, esta que você está tendo agora de compreender os pais dos pais, dos pais, dos pais… A terceira camada, é a do perfeccionismo. Isso mesmo! Quanto um mais um pai erra, é porque não quer errar. Isso em todos os pais, até aqueles que abandonaram seus filhos. Podem existir mais camadas de acordo com o grau de traumas que seus pais possam ter passado enquanto criança ou adolescente. E por último em todos os casos, existe uma camada. Frágil, dolorida, que é a camada da carência de amor. Quanto mais bruta uma pessoa é, mais amor está faltando em sua vida. Talvez seus pais nunca ouviram um “eu te amo” “você foi muito desejado” “eu me orgulho de você” dos próprios pais e por isso não conseguem, simplesmente não conseguem fazer diferente com seus filhos.

Ame seus pais. Mesmo quando eles estiverem errados, ame seus pais. Mesmo quando a revolta bater, perdoe seus pais e então busque forças em DEUS para os amar ainda mais. DEUS dará essa força, acredite! Tenha em mente, que amar por amar não faz sentido nenhum se não for demonstrado em gestos e atitudes. Palavras são uma fonte inesgotável de cura. Então diga a seus pais palavras de amor. Se não consegue dizer “Eu te amo” chegue o mais próximo disso.

Ame, apenas ame.