a-arte-de-ouvir-o-coracao-de-deus

“Na intimidade da consciência, o homem descobre um lei. Ele não a dá a si mesmo. Mas  a ela deve obedecer. Chamando-o sempre a amar e fazer o bem e a evitar o mal, no momento oportuno a voz desta lei ressoa no íntimo de seu coração… É uma lei inscrita por Deus no coração do homem… A consciência é o núcleo secretíssimo e o sacrário do homem, onde ele está sozinho com Deus e onde ressoa sua voz” CIC 1776 (Catecismo da Igreja Católica)

Ouvir a voz que ressoa na consciência é ouvir o próprio Deus. Não é um ato irracional mas uma ação voluntária, que cada um de nós é convidado a tomar, em obediência à voz do Altíssimo que nos comunica por meio de seus mandamentos aquilo que devemos obedecer.

É profundo, belo e surpreendente pensar que nossa consciência é um lugar de encontro com Deus. É preciso visitar constantemente este lugar, rever nossas atitudes, dialogar com Deus, pois neste sacrário inviolável que é nossa consciência, lá Deus reside e testemunha toda nossa história.

“Volta à tua consciência, interroga-a… Voltai, irmãos, ao interior e em tudo o que fizerdes atentai para a testemunha, Deus” Santo Agostinho

Paulo Franco Machado