O tempo

Texto de: Paulo Franco Machado
Publicado em: 25 de março de 2011
Postado em: Formação | Reflexões

Esse é o motivo da reflexão de hoje: o tempo.

Viajando nos seus caminhos.
Vivendo, aceitando e ao mesmo tempo fugindo das tentações que ele nos oferece.
Muitas vezes caindo nas suas armadilhas nos perdemos no espaço.

O Tempo
Leva um tempo

Muito fácil é culpá-lo pelas nossas fraquezas.
Muito fácil é odiá-lo por ser tão lento.
Muito fácil é amá-lo por ter passado.
Muito fácil é querer ter o direito de controlá-lo.

É depois de passar por ele que as coisas melhoram.
É depois de passar por ele que as dores diminuem.
É depois de passar por ele que as saudades desapertam.
É depois de passar por ele que a gente se arrepende.

Só existe arrependimento depois de passar pelo tempo.
Seja esse tempo breve, ou uma eternidade.
É ele quem determinará o momento exato do arrependimento.
Momento em que tudo se clarea em nossa mente e a ação mais correta surge na nossa frente como um relampago.
E para que o arrependimento seja completo e válido:
“Leva dois joelhos, cabeça baixa! um sacramento leva um momento, mas até lá quanto tempo”.

Leva um tempo pra reconhecer que erramos.
Leva um tempo pra se acostumar com o fato de sermos fracos.
Leva um tempo até se ter coragem de dizer e crer que está arrependido.
Leva só alguns minutos uma boa confissão.

Já deu o seu tempo?
O Padre está a te esperar…

Se confesse!!!

Elder dos Santos

Escrito por: Paulo Franco Machado
Filho de Deus, casado com Christiane Faria, catequista, escritor. Gestor em Tecnologia da Informação com especialização em Gestão de Projetos. Atualmente é empresário e professor.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: