O sofrimento faz parte da vida

Texto de: Paulo Franco Machado
Publicado em: 26 de setembro de 2009
Postado em: Formação | Reflexões

Não há uma pessoa sequer na face da terra que não tenha de conviver com a dor e a angústia, embora ninguém goste de sofrer, o sofrimento faz parte da vida, logo, é salutar aprender a sofrer e aprender a viver. Segundo Padre Fábio de Melo, “a paz não consiste em não ter contrariedades, mas em saber, com humildade e resignação, aceitá-las e enfrentá-las”.

O mais importante, porém, é saber que antes de tudo na vida, cada ser humano, também eu e você, faz parte de um projeto maior de amor: o amor de Deus pela humanidade; antes de qualquer coisa, antes de tudo na vida, saiba que você tem um projeto em comum com toda a humanidade, a dizer: a vontade de Deus. Ora a vontade de Deus não é outra senão “a vossa santificação; que eviteis a impureza; que cada um de vós saiba possuir seu corpo santa e honestamente, sem se deixar levar pelas paixões desregradas, como os pagãos que não conhecem a Deus” (I Tessalonicenses 4, 3-5).

Deus ao nos tecer no seio materno (Salmo 138) sonhou com a nossa santificação. Buscar a santificação, buscar a santidade não significa não errar nunca, mas aceitar as nossas limitações e seguir a diante. Santidade é buscar diariamente a correção de nossos erros. Os grandes santos da Igreja Católica, em sua grande maioria, foram também grandes pecadores, foram pessoas como eu e como você que tomaram a decisão de buscar ainda mais a Deus, e permitir que seu projeto de amor e santidade se realizasse em sua vida. Uma grande verdade é que o amor de Deus por nós é um amor cheio de futuro, sem lamentações e sem murmurações para com o passado, se você hoje peca, arrependa-se e converta-se para que sejam apagados os seus pecados (Atos, 3, 19). Vamos em frente!

Assim como no episódio da mulher adúltera, Jesus mandou atirar a primeira pedra aquele que não tivesse pecado, e todos se foram. Jesus disse a ela: “Ninguém te condenou, nem eu condeno a ti, vai e não tornes a pecar!” Antes de tudo Jesus a amou primeiro, depois a corrigiu. Portanto NÃO PARE DIANTE DOS QUE QUEREM TE APEDREJAR!

Correção sem amor não vale a pena! Se alguém te corrige e não é por amor, não vale a pena. Não há por que parar de lutar! Deus acredita em você! E lembre-se que o mundo que você quer mudar pertence a Deus. Ele o fez. Se você quer mudá-lo, por que não consulta a quem fez este mundo? Ou você acha que Deus não é suficientemente poderoso para mudar o mundo? Então por que Deus não muda o mundo?

Só há uma resposta: porque Deus te ama. Tão grande é a prova de que Ele te ama, que Ele não invade ninguém, Ele transforma todos pelo seu amor. Mesmo quando a humanidade não quer aceitar que Jesus morreu para nos salvar. Então se você quer mudar o mundo, comece a agir como o criador do mundo age: por amor! Se não for com amor, por amor e para o amor, não vale a pena mudar, meu irmão. Transforme e deixe-se transformar pela experiência do amor na sua vida. Ame a Deus sobre todas as coisas e ame os seus irmãos como a você mesmo e, assim, o mundo vai se transformar, mas não se precipite: Jesus esperou muito antes de começar a evangelizar e a transformar o mundo: Ele precisou crescer, ser educado em uma família, pois assim quis o Pai que Jesus tivesse uma família (por isso a importância do amor de Maria para nós), Ele esperou, se formou, cresceu e se doou inteiramente por amor. Todos nós temos fases em nossa vida, mas o que não pode faltar em nenhuma das fases da nossa vida é o amor, pois o amor é a fonte maior de santificação para nós.

Escrito por: Paulo Franco Machado
Filho de Deus, casado com Christiane Faria, catequista, escritor. Gestor em Tecnologia da Informação com especialização em Gestão de Projetos. Atualmente é empresário e professor.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: