Sempre digo: quem tem o olho doente, só pode ver duende! Pessoas dizem que vêem E.T., mas não vêem o vizinho, o pai, a mãe, o irmão. Moram na mesma casa, mas não se vêem, então ficam procurando duendes, ETs.
Padre Leo, SJC

É triste pensar que as vezes conseguimos nos esconder dentro da própria casa. Entramos em um mundo particular quase altista: Nossa casa se resume ao nosso quarto e quando dá fome uma rápida passada pela cozinha. E só. Não é dificil (infelizmente) achar alguém que saiba mais do Scofield do seriado Prision Break do que dos próprios pais. Tem foto do ator da Saga Harry Potter até de quando era bebê mas não sabe a data de nascimento da mãe. Família não serve… só para pagar nossas contas e vai muito além de “pegar no pé”.No centro do lar existe uma missão: Doar amor. A primeira expressão do amor de Deus que uma criança pode encontrar está no amor dos pais. Logo que nascemos já somos cercados de amor, mas crescemos e preferimos outros amores.

Quando impedimos que nossa família complete em nós a missão de nos amar, ficam buracos enormes em nós.  Vazios que normalmente tentamos preencher com amigos, festas, seriados, filmes, livros. Não que seja errado ter amigos, ver um filme mas é que o espaço reservado para o amor dos pais em seu coração não pode ser preenchido com outras coisas. Tem gente que pensa que não precisa dar satisfações para os pais, e acha um absurdo receber uma ligação simplesmente perguntando: Onde você está? E retribuir com um grosso: Não é da sua conta, sai do meu pé! Dói so de pensar no coração de um pai quando escuta isto, sabendo que se preciso fosse, daria a vida no lugar do filho.

É preciso fazer a experiência de deixar nossos pais participarem de nossas vidas, só temos a ganhar. A força do amor que brota do coração dos seus pais supera qualquer barreira que você esteja enfrentando sozinho. Nenhum amigo, nenhum mesmo vai fazer por você aquilo que seus pais faria na mesma situação.Preencha hoje mesmo o vazio que está no fundo do seu coração com o amor dos seus pais. É tempo de recomeçar, reconstruir nosso relacionamento com nossos pais.

Força! É hora de sair do quarto e ir para a sala de casa, parar de “morar de aluguel” e participar de sua casa.

Paulo Franco Machado