“Certa vez ao sair em missão para uma cidade do interior, sem conhecer a estrada, acabei passando 30km do trevo da cidade e tive que voltar lá atrás para retomar o caminho certo”. Assim nos fala o jovem missionário Diego dando seu testemunho de vida e questiona aos jovens: “A quantos quilômetros você está distante de Deus? Não sei por onde andou, mas hoje você está no lugar certo.”

Diego ainda coloca que Deus é como aquela pessoa muito querida que ao ir ao encontro dela, nos pede para voltar sempre.

 

“Deus tem saudade de nós a todo instante. Ele nos ama e grita: Eu te amo.

Não conhecedor do amor de Deus, o jovem ao deparar com os fracassos na vida buscam refúgios no álcool, drogas, prostituição. Deus não quer isso de nós. Ele tem grandes coisas para nossas  vidas.”

“Lembra-te de onde caíste! Arrepende-te e pratica as primeiras obras”. (Apo 2,5)

“Temos que mudar de vida. Às vezes queremos a mudança na vida dos nossos, mas somos nós que precisamos de um milagre.  Precisamos nos levantar e buscar o milagre, a decisão é nossa.”

Pela experiência vivida no meio dos jovens, Diego percebe que o ódio e rancor estão contidos em seus corações.  Diego ainda afirma que a psicologia ensina que o ódio é um amor ferido. “Nós jovens precisamos curar este amor ferido. O PHN é para isto, nos ajuda a compreender esta necessidade. “

“Deus quer cuidar de nós por todos aqueles que não cuidaram, amar-nos por aqueles que não amaram e curar todas nossas feridas.”

 

Márcia Santos