A Imaculada Conceição

Mary's holy and immaculate conception, by Francisco Rizi, Museo del Prado, 17th-century, Oil on canvas. (Wikipedia EN)
Texto de: No Colo de Maria
Publicado em: 7 de dezembro de 2020

“Declaramos, pronunciamos e definimos que a doutrina que ensina que a Bem-aventurada Virgem Maria, no primeiro instante de sua conceição, por singular graça e privilégio de Deus todo-poderoso e em vista dos méritos de Jesus Cristo, Salvador do gênero humano, foi preservada imune de toda mancha da culpa original, é revelada por Deus e, por isto, deve ser professada com fé firme e constante por todos os fiéis”

(Bula Ineffabilis Deus).

Para o Católico, matéria de fé não é um sentimento isolado e individualista, mas uma resposta clara a Deus que nos fala iluminados pela Santa Mãe Igreja. Jesus mesmo fundou a Igreja e deu a ela este poder: “E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus” Mt 16, 18-19.

Iluminados por esta fé que vem da Igreja, conforme proclamado pelo Papa Pio IX em 08/12/1984, dizemos em alto e bom som: Maria é Imaculada. Nasceu assim, viveu assim e jamais pecou. Com espírito de filial obediência e confiança em Deus que nos conduz pela sua Igreja, devemos amorosamente acolher esta verdade. E acrescento: não é opcional. É dogma, verdade de fé e faz parte do grande tesouro no depósito da fé o qual cremos, professamos e ensinamos sem nenhuma reticência.

Declarar a Imaculada Conceição não é tornar Maria uma deusa, mas, sobretudo, glorificar a Deus que realizou tamanha maravilha! Quis em sua infinita bondade e misericórdia que sua Mãe jamais tivesse a mancha do pecado. É celebrar a graça de Deus que abraça toda humanidade e nos concede tão pura Mãe.

O Catecismo da Igreja Católica nos mostra com grande clareza o Dogma da Imaculada Conceição:

Para ser a Mãe do Salvador, Maria “‘foi enriquecida por Deus com dons dignos para tamanha função”. No momento da Anunciação, o anjo Gabriel a saúda como “cheia de graça”. Efetivamente, para poder dar o assentimento livre de sua fé ao anúncio de sua vocação era preciso que ela estivesse totalmente sob a moção da graça de Deus. (Parágrafos relacionados: 2676,2853,2001) Ao longo dos séculos, a Igreja tomou consciência de que Maria, “cumulada de graça” por Deus, foi redimida desde a concepção. E isso que confessa o dogma da Imaculada Conceição, proclamado em 1854 pelo papa Pio IX: A beatíssima Virgem Maria, no primeiro instante de sua Conceição, por singular graça e privilégio de Deus onipotente, em vista dos méritos de Jesus Cristo, Salvador do gênero humano foi preservada imune de toda mancha do pecado original. Esta “santidade resplandecente, absolutamente única” da qual Maria é “enriquecida desde o primeiro instante de sua conceição lhe vem inteiramente de Cristo: “Em vista dos méritos de seu Filho, foi redimida de um modo mais sublime”. Mais do que qualquer outra pessoa criada, o Pai a “abençoou com toda a sorte de bênçãos espirituais, nos céus, em Cristo” (Ef 1,3). Ele a “escolheu nele (Cristo), desde antes da fundação do mundo, para ser santa e imaculada em sua presença, no amor” (Ef 1,4).

Os Padres da tradição oriental chamam a Mãe de Deus “a toda santa” (“Pan-hagia”; pronuncie “pan-haguía”), celebram-na como “imune de toda mancha de pecado, tendo sido plasmada pelo Espírito Santo, e formada como uma nova criatura”. Pela graça de Deus, Maria permaneceu pura de todo pecado pessoal ao longo de toda a sua vida. CIC 490-493

 

Viva a Imaculada!

Escrito por: No Colo de Maria
Nossa missão é formar o povo de Deus na fé e na oração. Este humilde serviço de evangelização realizado por um casal de leigos residentes no Estado de Goiás quer levar um pouco da ternura do Colo da Mãe de Deus e da Igreja até você.

1 Comentário

  1. Como Rezar

    Bendita seja Maria, mãe de Deus e de todos nós! Primeiro sacrário vivo aqui na terra. Mãe da Misericórdia.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: